Inovação é o segredo para o empreendedorismo de sucesso

inovacaoTer um negócio próprio (e que proporcione êxito) exige algo fundamental: uma gestão eficaz de produtos, processos e pessoas, ou seja inovação. Porém, nosso país, o Brasil está bem distante de chegar aos pés de outros países quando o assunto é gestão eficaz de negócios e isso está devidamente comprovado.

Uma pesquisa realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor (GEM) aponta que o Brasil é o 1º colocado no ranking mundial de empreendedorismo, devido ao número de 45 milhões de brasileiros ligados com alguma espécie de atividade empresarial. Porém, em contrapartida, o Índice Global de Empreendedorismo (GEI) mostra que, na verdade, o Brasil ocupa a 100ª posição em um ranking composto por 130 países.

Levando em consideração o primeiro indicador, o nosso país está bem posicionado, porém, os dados são apenas quantitativos. O segundo indicador evidencia a realidade, mensura de forma qualitativa. A nota do Brasil no GEI é 25.8, bem distante dos Estados Unidos, que está na primeira posição, a nota do 1º colocado foi 85. Em comparação ao 1º colocado da América Latina também estamos longe, o Chile ficou com nota 63.2.

No estudo do GEI foram analisados 14 pilares do empreendedorismo e, então, deu-se uma nota. Os quatro itens em que ficamos consideravelmente muito atrás do Chile são: capital humano, inovação em produtos, internacionalização e inovação em processos. Os dados mencionados podem ser analisados tendo como base a visão do Balanced Scorecard (BSC), ferramenta de autoria de Robert Kaplan, professor da Harvard Business School, ela foi criada para medir os resultados da gestão estratégica das organizações. A ferramenta tem como premissa monitorar resultados e processos em quatro aspectos das empresas: processos, desenvolvimento, clientes e financeira.

O aspecto desenvolvimento, de forma geral, se refere ao quanto a organização aprende e, portanto, fica mais consciente para a competitividade. Grande parte das empresas utiliza como balizador para o índice de desenvolvimento apenas as horas de treinamentos realizadas por seus colaboradores. Porém, Kaplan menciona que o mais eficaz indicador em relação ao desenvolvimento é a criação de novos produtos e serviços ou o atendimento a novos mercados. A justificativa é que para praticar inovação é necessário aprender, e aprender está totalmente atrelado à inovação.

A questão da concorrência

Não há setor em que não haja concorrência, porém, independentemente dela há sempre espaço para quem queira inovar oferecendo serviços e produtos customizados. Nesse item entra também fornecer atendimento exclusivo aos clientes. Atualmente, tudo está se encaminhando para o conceito ominchannel, no qual o atendimento aos clientes envolve todos os canais, sejam físicos ou eletrônicos.

A chave para atrair novos clientes está na inovação em serviços e processos. Para isso é imprescindível capacitar os empreendedores, normalmente com cursos e eventos. Não existe uma solução mágica, é necessário adotar estratégias globais de administração e inovação. Parece algo óbvio, mas muitos empreendedores ainda não se deram conta desses instrumentos, eficientes para os negócios. Depois de dar-se conta dessas ferramentas é possível realizar a modelagem de negócios com Business Model Generation (Canvas); gestão estratégica de resultados com Balanced Scorecard (BSC); gestão estratégica de clientes com Customer Relationship Management (CRM), Net Promoter Score (NPS) e Guestology; gestão comercial com Solution Selling.

O segredo em empreendedor de verdade

O empreendedor de verdade possui em sua essência o querer sempre mais, que utiliza da sua insatisfação para descobrir coisas novas. Aquele que não possui essa postura, permanece insatisfeito e não faz nada para alterar o fluxo das coisas, não possui o real espírito de um empreendedor. É natural ao empreendedor nato encontrar soluções para os problemas sem dramatizar as coisas, criar processos constantemente para melhor atender clientes e estabelecer boas relações com os fornecedores.

A busca incessante por diferir dos concorrentes é certamente o principal pilar para o sucesso. Esta é a estratégia para agregar valor ao serviço que está sendo oferecido e não simplesmente estabelecer um preço qualquer sem definir um método.