Residência Permanente no Panamá para Países Selecionados

Panamá para Países Selecionados

O Panamá possui uma opção excelente para auxiliar na conquista da tão sonhada residência no país, trata-se do Programa de residência permanente do Panamá para Países Selecionados. Ele é voltado a cidadãos de países considerados “amigos” pelo governo do Panamá. O programa atualmente tem como intuito trazer para o país uma força de trabalho qualificada, além de facilitar a entrada de trabalhadores estrangeiros no Panamá.

O Programa de Países Selecionados concede de imediato o direito à residência permanente no país, sendo necessária apenas uma única candidatura. Na altura da candidatura, o governo emite um cartão de residência provisório. Após o processamento da candidatura, o qual demora entre seis e oito meses, os candidatos recebem uma cédula oficial (um cartão de identificação nacional) e tornam-se residentes permanentes. Os estrangeiros podem se qualificar para a obtenção da cidadania panamenha após cinco anos de residência no país. Este programa de residência permanente é a rota a mais rápida e barata para a obtenção de cidadania panamenha.

Países elegíveis:

A lista mais recente de países considerados “amigos” pelo governo do Panamá oferece a possibilidade de residência permanente aos cidadãos de 47 países. Confira:

Alemanha, Andorra, Argentina, Austrália, Áustria, Brasil, Bélgica, Canadá, Chile, Croácia, Chipre, República Checa, Estônia, França, Finlândia, Grécia, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Israel, Japão, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Mônaco, Montenegro, Países Baixos, Nova Zelândia, Polônia, Portugal, San Marino, Sérvia, Singapura, Eslováquia, África do Sul, Coreia Sul, Espanha, Suécia, Formosa, Reino Unido, Estados Unidos e Uruguai.

Além do candidato principal, os seguintes dependentes também podem se candidatar à obtenção de residência permanente:

  • O cônjuge e os pais do candidato principal.
  • Menores de 18 anos de idade.
  • Crianças com deficiência.
  • Jovens, entre os 18 e os 25 anos de idade, solteiros e matriculados em universidades.

Obtenção de visto de trabalho com o Programa de Países Selecionados:

Os candidatos devem possuir conta em um banco panamenho com pelo menos 5 mil dólares em depósito e mais 2 mil dólares por dependente. É necessário comprovar que possui uma das seguintes circunstâncias:

  • Posse de uma empresa vigente no Panamá (a maneira mais econômica e rápida de conseguir a residência permanente)
  • Posse da propriedade no Panamá.
  • Oferta de contrato de trabalho de uma empresa panamense

Alternativas mais simples

Basicamente, a abertura de uma empresa e de uma conta bancária fornece ao candidato 50% de chances de conseguir a residência no Panamá. Essa é a estratégia mais simples e financeiramente mais barata, afinal a compra de um imóvel pode exigir mais investimento financeiro, e conseguir um emprego pode levar mais tempo que o esperado, isso porque os cidadãos panamenhos têm preferência nas vagas ofertadas no país.

Se você busca algo concreto, rápido e barato, a abertura de uma empresa é a solução mais eficaz. Sociedade Internacional auxilia você em todos os trâmites para formar uma empresa e abrir uma conta bancária no Panamá.

Exigências relacionadas ao visto de trabalho

A candidatura para obtenção de visto de trabalho só pode ser iniciada depois ter sido concedida a residência permanente, a qual demora entre seis e oito meses até ficar completa. Uma vez concedido o visto de trabalho, este possui duração indeterminada.

O visto de trabalho garante acesso imediato ao direito à residência permanente e não é necessário renová-lo de tempos em tempos. Se esta ordem vier a ser revogada, aqueles que obtiveram o direito a residência permanente sob este programa, não terão problemas. O Panamá tem histórico de privilegiar pessoas que já estão dentro do sistema.

Uma vez que este programa tem sido objeto, e permanece sujeito a emendas, é necessário que um candidato trabalhe de forma próxima com um advogado local durante o seu processo de candidatura. Todas as candidaturas para obtenção de visto de residência no Panamá devem ser feitas através de um advogado.

Documentos necessários para o processamento da candidatura:

  • Passaporte válido de um dos 47 países da lista acima.
  • Registro de Identidade Civil ou Carteira Nacional de Habilitação.
  • Certidão de Antecedentes Criminais.
  • Atestado de Aptidão Física (adquirido no Panamá).
  • Seis fotos tipo passaporte.
  • Certidão de casamento (se aplicável).
  • Certidões de nascimento para dependentes com idade inferior a 18 anos.
  • Atestado de Saúde.
  • Prova de solvência econômica que demonstrará aportando o seguinte: o    Carta de referência bancária ou extrato bancário do último mês que reflete saldo não inferior a quatro cifras médias ou outra que demonstre depósitos e que seja aceita pelo serviço de imigração.
  • Documentação que demonstre a finalidade de solicitar a residência permanente, segundo a atividade econômica ou profissional a realizar.

Sociedade Internacional possui uma equipe de advogados no Panamá que pode cuidar de todos os trâmites que envolvem a solicitação de residência.

Leia também no Wikipedia informações relavantes à cultura, economia e história do Panamá