Residência na Suíça é ideal para quem busca qualidade de vida

Residência na SuíçaHá varias vantagens de estabelecer residência na Suíça desfrutando de um estilo de vida de alto nível. Suíça é universalmente conhecida por sua qualidade de vida,  democracia e ambiente de negócios excelente, com localização priveligiada no coração da Europa. É um membro da zona Schengen, mas não faz parte da União Europeia. Em termos de segurança e saúde, os residentes não têm necessidade de preocupação.  A Suíça é considerada um país particularmente seguro, com um sistema de saúde pública que está entre os melhores do mundo.

Casas e apartamentos de alta qualidade satisfazem as exigências de qualquer pessoa.  Sem contar a beleza cênica do país e a diversidade cultural, oferecendo todas as formas de atividades de lazer.

Economia

De acordo com o Relatório da Global Competitiveness (2011-2012), a economia da Suíça é a mais competitiva do mundo. Atividades profissionais exercidas no país são beneficadas de um sistema judicial eficaz e altos níveis de transparência e prestação de contas nas instituições públicas. Um recurso adicional positivo no ambiente de negócios da Suíça é a excelente infraestrutura.

Educação

A educação sempre foi prioridade na Suíça, como evidenciado pelo elevado nível de investimento financeiro feito em escolas suíças, universidades e institutos técnicos. Existem inúmeras escolas particulares e internacionais na Suíça, que ensinam os cursos de inglês, alemão, francês e italiano. Assim como acontece com o sistema de ensino público, essas escolas têm uma excelente reputação devido ao alto padrão de tradição pedagógica no país. Estas escolas aceitam crianças a partir de três anos de idade, e de todas as nacionalidades, pois a Suíça é tradicionalmente multicultural e multilíngue, as escolas colocam grande ênfase no respeito de outras culturas.

Recursos Humanos

A mão de obra na Suíça é altamente motivada e qualificada. O mercado de trabalho do país é caracterizado por uma legislação trabalhista liberal com raros conflitos trabalhistas, os quais são normalmente resolvidos através de negociações entre os empregadores e empregados. Na Suíça, as horas anuais de trabalho são maiores do que em outros países europeus e ainda assim as faltas por motivo de doenças e outros motivos são baixas. As greves são praticamente inexistentes.

Como obter a residência na Suíça através de investimento?

Não é muito fácil para os estrangeiros obter o direito de residência na Suíça, e o imposto de renda sobre a renda mundial é alto. No entanto, a fim de atrair imigrantes com uma renda super alta e que contribuam com quantidades significativas para a economia suíça, alguns dos seus 26 cantões estão dispostos a negociar uma taxa anual fixa de imposto de renda.

O imposto fixo evita a necessidade de qualquer declaração de renda mundial, e também permite que o contribuinte tire proveito dos benefícios de residência suíça sob tratados fiscais, oferecendo oportunidades atraentes de gestão de patrimônio.

Tecnicamente, o imposto único é uma tributação com base nas despesas. O imposto é calculado, portanto, não na base dos rendimentos, mas de acordo com uma estimativa de custos de vida do contribuinte na Suíça. O imposto é negociado de forma individual, mas normalmente é calculado com base de cinco vezes o valor do aluguel ou, em caso do contribuinte ter casa própria na Suíça, o valor do aluguel que o contribuinte pagaria pela casa que vive.

Como regra geral, os investidores deverão ter um patrimônio líquido de, pelo menos, US$ 10 milhões para qualificar-se para a residência fiscal com taxa anual fixa na Suíça.

Conte com a ajuda de um profissional qualificado

Sociedade Internacional tem representantes na Suíça que podem discutir e esclarecer, com mais detalhes, sobre esse programa imigratório. Entre em contato conosco para agendar um horário com nossos representantes na Suíça.