Startups e a Comercialização em Plataformas e Marketplaces

Cada vez mais, usuários dos mais distintos sistemas operacionais e de aplicativos acessam lojas, hubs de comércio eletrônico, plataformas, e marketplaces como Amazon, Googleplay, Apple Store, E-bay, Alli Express, Shopify, Jingdong, Rakuten, dentre tantas outras. Empreendedores e startups estão cientes desse movimento.

 Contudo, muitas vezes a localização dos bens e o fluxo de pagamentos pode comprometer negócios que não estejam preparados ou corretamente estruturados, ou ainda podem literalmente “corroer” os recebíveis e rendimentos por conta de altas taxas de transferência internacional e de conversões de moedas.

 Para isso, um bom planejamento de negócios certamente envolverá (ou deveria envolver) um estudo mais aprofundado de custos de venda de mercadoria, inclusos os custos transacionais (tanto nacionais quanto estrangeiros). Impostos e custos bancários devem fortemente ser avaliados. E uma startup que tem como meta crescimento e escalabilidade deve obrigatoriamente levar estes pontos em consideração em suas premissas.

 E neste ponto surge outra questão relacionada quanto se pensa que muito deste comercio passa digital ou fisicamente pelo mercado norte-americano. Trata-se da necessidade de identificação perante o Fisco norte-americano, o chamado “Tax ID”. Este é o número fiscal dos EUA que também é necessário também para abertura de conta bancária corporativa nos EUA, além de ser exigido para realização de outras negociações comerciais naquele país – como por exemplo para disponibilizar conteúdo para venda em plataformas locais ou globais como citado.  E mesma e preocupação vale ao Reino Unido – lembramos que importante variável que a partir de 1.º de janeiro de 2021 as novas regras aplicáveis a vendas entre o Reino Unido e a União Europeia entraram em vigor, dado que o período de transição do Brexit terminou em 31 de dezembro de 2020.

 Aqui entra uma grande facilidade de utilização de estruturas internacionais.

 Tanto uma empresa registrada nos EUA ou no Reino Unido oferecem um número de registro fiscal da empresa e com ele, o titular da empresa (o negócio) pode regularmente se registrar e realizar transações regulares em vários websites de e-commerce.

 Ademais, com a devida inscrição e número fiscal de uma empresa registrada nos EUA ou Reino Unido, fica muito mais facilitado o processo abertura de conta bancária corporativa para o empresário (tanto em questões de compliance quanto de cadastro e relacionamento bancário).

Benefício de Estrutura no Exterior para Startups e a Comercialização em Plataformas e Marketplaces

 Abrir uma empresa no exterior é muito simples, especialmente mediante as vantagens oferecidas por ela como a abertura de uma conta bancária internacional e proteção patrimonial, entre várias outras.

 Sociedade Internacional vem apoiando há anos o debate sobre a necessidade de diversificar no exterior como forma de redução de riscos pessoais e patrimoniais. Afinal, não é ilegal abrir uma empresa, conta bancária ou ter patrimônio no exterior desde que a legislação do país permita e o cidadão faça corretamente a declaração de tais bens e direitos e que declare seu Imposto de Renda, pagando os impostos devidos relacionados às operações internacionais. Nem mais, nem menos, sempre conforme planejamento lícito estudado e estruturado previamente.

 Assim, se o empresário sonha em potencializar e escalar suas vendas e faturamento, é importante saber que será necessário cumprir com as exigências das lojas, plataformas virtuais e marketplaces. O custo para abertura regular de uma empresa nos Estados Unidos ou Reino Unido certamente será relativamente baixo se comparado à potencialidade que o mercado virtual pode oferecer.

 Por fim, lembramos que muitas destas lojas, plataformas virtuais e marketplaces não exigem que a empresa tenha uma conta bancária nos Estados Unidos ou no Reino Unido, conforme o caso. Ou seja, a receita de vendas realizadas e apuradas pode ser recebido em contas bancárias em localidades distintas, conforme a conveniência do próprio empreendedor (naturalmente recomendamos alguma jurisdição que mantenha contas em moeda norte-americana para fugir do custo bancário e monetário de conversão desnecessária de moeda). Um bom planejamento jurídico fiscal certamente contribui para a escolha de sua startup.

 * O presente artigo foi elaborado para fins de informação e discussão, não podendo ser considerado uma opinião legal para operações ou negócios específicos. Destina-se a fornecer informações corretas e pontuais sobre o assunto abordado. Todo o cuidado foi tomado com relação ao conteúdo desta publicação, mas o leitor deve sempre avaliar sua situação específica. Esta publicação contem informações universais, ou seja, não específicas para qualquer leitor e/ou situação, sendo que sua utilização depende de avaliação dos fatos e exatas circunstâncias de cada caso.

Entre em contato conosco aqui para uma consulta gratuita via Skype, WhatsApp, telefone ou via e-mail, com duração de 30 minutos.

 Importância de manter regular sua estrutura estrangeira

Abrir uma empresa no exterior é muito simples, especialmente mediante as vantagens oferecidas por ela como a abertura de uma conta bancária internacional e proteção patrimonial, entre várias outras.

Porém, o descuido com a regular manutenção, incluindo o pagamento das taxas anuais da sua empresa no exterior, junto à jurisdição que ela foi incorporada, pode resultar distintos problemas, desde dificuldades cadastrais e para conseguir documentos até mesmo no encerramento da sua conta bancária internacional, colocando sua proteção patrimonial em risco.

Um importante manter regular sua estrutura estrangeira como ponto focal de todo o planejamento é o “pensamento de longo prazo”, tanto para criação e desenvolvimento do planejamento, quanto para a sua implementação, e ainda mais, para sua manutenção.

Regularidade de Sua Estrutura no Exterior

Para uma manutenção ativa e “saudável” de sua estrutura jurídica no exterior, qualquer que seja a jurisdição ou modalidade (LLC, Corporation, Trust, e etc), algumas simples medidas podem evitar grandes transtornos no futuro. Listamos algumas delas, sem prejuízo de outros verificados caso a caso.

  • Regularidade de Taxas Anuais de Licenças do Governo e outras taxas governamentais
  • Responder e satisfazer possíveis solicitações do banco onde a conta foi aberta e verificação dos documentos atuais da empresa;
  • Abertura de novas contas bancárias e realização de investimentos em nome da empresa estrangeira, tais como investir em outros negócios, comprar imóveis, contratar funcionários e entrar em parceria com outros negócios em nome da empresa offshore, então é necessário manter a empresa com status vigente;
  • Manutenção de negócios com empresas estrangeiras evitando perda de contratos por irregularidade cadastral;
  • Manutenção da segurança do planejamento patrimonial, evitando baixas de cadastros e da empresa, mantendo a proteção originalmente pensada;
  • Rápido e regular acesso a documentos e arquivos da empresa;
  •  Emissão e criação de documentos necessários quando solicitados, sem necessidade de regularização cadastral (documental ou mesmo financeira);
  • Custos anuais unificados de manutenção, sem quaisquer penalidades, multas ou atualizações monetárias, ou cobranças de valores em aberto;
  • Agilidade na obtenção de segunda via de documentos necessários, ou
  •  Regularidade de registros públicos mínimos exigidos, inclusos os custos do agente de registro;
  • Apresentação de declarações jurídicas e estatutárias obrigatórias para manutenção da empresa ativa e vigente;
  •  Assuntos de conformidade de rotina (inclusive revisões periódicas dos arquivos), revisando a correspondência oficial recebida;
  • Evitar “sustos” e “riscos” de titularidade de empresas não regularizadas aparecerem em intercâmbios fiscais de troca de informações e cadastros internacionais, tais como verificados em bases como o que ocorreu no caso do Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT) no Brasil;
  • Quando aplicável, processamento e apresentação de declaração OBRIGATÓRIA de imposto junto ao FISCO local (mesmo quando a empresa não tem rendimento, a declaração é obrigatória e inclusa na anuidade) para manter a empresa ativa nos departamentos oficiais do Governo local.

Como pagar a anuidade da sua empresa no exterior mantendo-a com o status vigente?

A maior vantagem das empresas registradas no exterior é que a maioria delas é fácil de operar. Normalmente, não há impostos corporativos, taxas cambiais, prestação de contas e obrigatoriedade de manter um escritório físico. Mas as taxas de manutenção remuneram a parte corporativa destes pontos.

O proprietário deve as taxas de manutenção, que incluem as taxas governamentais anuais referentes à renovação da mesma, para que ela continue perfeitamente regular em dia com a jurisdição que foi incorporada.  São regras básicas mínimas para manter até mesmo o compliance societário da empresa.

É vital lembrar-se, caso não tenha, sempre de solicitar ao representante da jurisdição que auxiliou na abertura da mesma o envio de fatura para quitação da renovação das taxas anuais de manutenção. Após o pagamento, o status da empresa já é atualizado automaticamente.

O que fazer quando a empresa já estiver com status de inadimplente?

O custo é histórico, e, portanto, seu acúmulo sem pagamento pode acabar criando um valor elevado.

Ao verificar ausência de pagamento, você terá, basicamente, que decidir se é melhor renovar as taxas da sua empresa já existente ou abrir uma nova empresa . Aqui estão alguns fatores para fazer a escolha sobre o melhor procedimento:

  •  Há quanto tempo você foi incorporada? Os bancos, financiadores, investidores preferem lidar com uma empresa que já existe há muito tempo. Se a sua empresa foi incorporada há muitos anos, então é melhor considerar a apresentação de uma renovação para que possa manter a data de incorporação inicial. Assim existe o histórico associado a um tracking record – muito importante em tempos de comprovação de credibilidade. No entanto, se a sua empresa foi formada recentemente e não tem histórico, então você pode pensar sobre a formação de uma nova empresa, muitas vezes utilizando o mesmo nome da empresa de origem.
  • A sua empresa inadimplente tem quaisquer empréstimos, contratos, contas bancárias, questões tributárias federais ou estaduais, etc? Apontamos que formar uma nova empresa não vai “apagar” qualquer um desses itens pendentes. Já que cada situação é única, você terá que falar com o seu gerente do banco e/ou advogado/contador para determinar o que precisaria ser feito para transferir estas questões para uma nova entidade jurídica.

* O presente artigo foi elaborado para fins de informação e discussão, não podendo ser considerado uma opinião legal para operações ou negócios específicos. Destina-se a fornecer informações corretas e pontuais sobre o assunto abordado. Todo o cuidado foi tomado com relação ao conteúdo desta publicação, mas o leitor deve sempre avaliar sua situação específica. Esta publicação contem informações universais, ou seja, não específicas para qualquer leitor e/ou situação, sendo que sua utilização depende de avaliação dos fatos e exatas circunstâncias de cada caso.

Se você tem dúvidas sobre alguma situação específica a respeito desse artigo, Sociedade Internacional pode te ajudar. Aproveite e faça uma consulta inicial gratuita. Entre em contato conosco aqui.

Entidades jurídicas no exterior protegem e facilitam os negócios de Startups brasileiras

As startups brasileiras

As startups brasileiras movimentam  bilhões no mercado brasileiro. Muitas dessas são empresas da área de tecnologia incluindo desenvolvimento de software, e-commerce, mídia, game, mecanismo de busca, pagamento eletrônico, conteúdo gerado, redes sociais, hardware, entre outras áreas comandadas por jovens empreendedores executando seus negócios na web e a operação da empresa completamente voltada à internet. [Read more…]

Licença para Câmbio de Criptomoedas ou Provedor de Pagamentos

licença para câmbio de criptomoedas ou provedor de pagamentosEstônia oferece o melhor custo-benefício para obtenção de licença para câmbio de criptomoedas ou provedor de pagamentos. Com a licença, é possível oferecer os seguintes serviços :

  • Fornecer serviços de câmbio de moedas virtuais;
  • Fornecer serviço de Carteiras virtuais;
  • Fornecer serviços de câmbio de moedas físicas;
  • Fornecer  pagamentos em criptomoedas;
  • Serviços de pagamentos alternativos;
  • Compra e venda de metais preciosos, artigos feitos de metais preciosos ou pedras preciosas.

 

Requisitos Fáceis e Procedimentos Práticos Para Obtenção Da Licença

A Legislação da Estônia entende que Provedores de Pagamentos e de Câmbio de Criptomoedas, se encaixam na atividade de “fornecer serviços de meios de pagamentos alternativos”.

Desde 10 de Março de 2020,  é obrigatório, ter um escritório operacional e um agente/diretor local na Estônia e a empresa na Estônia deverá cumprir com os seguintes requisitos:

  1. Os diretores da empresa deverão ter conhecimento e serem especializados no tipo de negócio que a empresa planeja executar.
  2. Os diretores da empresa, agentes de compliance, sócios e beneficiários deverão apresentar um certificado de antecedentes criminais de seu país de origem, que certifique que não haja qualquer penalidade por ofença contra autoridades de estado, lavagem de dinheiro ou qualquer ofença comedita contra outro indivíduo (o certificado deve ter menos de 3 meses e ser apostilado) e deverá apresentar uma reputação de negócios impecável.
  3. Os sócios da empresa deverão garantir uma capitalização apropriada da empresa. Há uma exigência de que o capital mínimo de 12,000 Euros seja pago integralmente.
  4. A solicitação da licença deverá estar acompanhada com um conjunto de documentos incluindo: o plano de negócios, estimativas e projeções financeiras para o primeiro ano, políticas contra lavagem de dinheiro e aceitação de clientes.
  5. Qualquer conta existente em algum país da União Europeia que preste serviços entre fronteiras na Estônia ou cujo prestador tenha estabelecido uma sucursal na Estônia.

 

O pacote completo para adquirir uma licença de Provedor de Pagamentos ou Câmbio inclui:

  1. Abertura de uma empresa na Estônia;
  2. Endereço de registro da empresa no primeiro ano;
  3. Conjunto com todos os documentos corporativos originais e selados;
  4. Due Diligence s para todos os diretores e sócios da empresa;
  5. Abertura de conta bancária corporativa na Estônia;
  6. Enviar a solicitação para Unidade de Inteligência Financeira  da Estôinia e acompanhar o processo até o final;
  7. Escrituração e contabilidade.

 Os custos para à assistência da solicitação da licença dependem da complexibilidade do projeto. Entre em contato conosco para um orçamento.

Entre em contato conosco aqui para uma consulta gratuita via Skype, WhatsApp, telefone ou via e-mail, com duração de 30 minutos.

 

SwissInfoCloud: Proteção de dados e neutralidade política

SwissInfoCloud® é uma empresa especializada em soluções de TI de alta qualidade voltada para o setor corporativo. SwissInfoCloud® foi fundada há mais de 10 anos, para suprir a lacuna de controle de segurança em TI em ambientes corporativos e foi desenvolvida através de esforços conjuntos entre especialistas da Suíça e de Israel. A empresa reuniu a expertise de segurança cibernética Israelense com a qualidade Suíça, assim como sua estabilidade política e econômica.

SwissInfoCloud® oferece uma infraestrutura que anteriormente só estava disponível para os líderes da indústria global.

  • Centro de dados com a mais alta segurança: proteção de dados contra violação física e desastres naturais;
  • Centro de dados localizado na Suíça: garantindo altos níveis de proteção política e legislativa;
  • Time de profissionais em TI internacional, com ampla experiência em segurança cibernética: Israel é líder mundial em tecnologias de segurança cibernéticas;
  • Segurança é parte integral de todo sistema de informação desenvolvido;
  • Componentes de hardware e software topo de linha;
  • Infraestrutura prevenir ou recuperar possíveis falhas de algum componente ou sistema específicos.
  • Suporte 24 horas com atendimento personalizado para cada caso.

Por que a Suíça?

SwissInfoCloud® armazena e processa dados de usuários por servidores e sistemas de armazenamento, localizados nas melhores empresas de bancos de dados da Suíça. A Suíça é considerada o melhor lugar para centros de dados do mundo por conta de sua estrutura topo de linha, padrões de qualidade, alto nível de economia e segurança legais, estabilidade política e social e leis de proteção compreensivas. A Suíça é um estado permanentemente neutro e não é membro da União Europeia. Localizada no coração da Europa, a Suíça fica a salvo de desastres naturais, seja por eventos climáticos ou sísmicos. De maneira geral, a hospedagem de dados e servidores está rapidamente substituindo a indústria bancária Suíça, como um refúgio para aqueles que buscam privacidade e estabilidade. Proteção de dados está sendo altamente desenvolvida com mais força do que nos países Europeus ou nos Estados Unidos. Acesso a dados sem controle judicial, como praticado pelas empresas americanas que obedecem ao “US Patriot Act”, não é permitido na Suíça. A Suíça é um paraíso pacífico para o armazenamento de dados confidenciais de nossos clientes.

Centro de dados e infraestrutura na Suíça

O centro de dados da SwissInfoCloudatende aos mais altos padrões de qualidade e está equipado com servidores fabricados pela IBM, um dos líderes mundiais em produção de soluções empresariais para servidores. Os dados são armazenados em unidades SAS de alta velocidade em matrizes RAID. O centro de dados é equipado com modernos sistemas de ventilação, ar-condicionado, controle de incêndio e segurança 24 horas, de acordo com os padrões internacionais ISSO 270001

Para proteção contra qualquer dano acidental ou intencional dos dados, são sempre feitos backups regulares. Os backups são regularmente criptografados e arquivados em um local fora do centro de dados.

Proteção de Dados

SwissInfoCloud usa um “serviço de nuvem” sendo uma máquina virtual que opera em um cluster de servidores de alta performance para alcançar o mais alto nível de disponibilidade e proteção contra falhas. O uso de clusters tolerantes a falha elimina pontos de falha específico e traz fluidez ao sistema. Não há queda na operação do sistema causada por qualquer falha de hardware do servidor.

Uma das principais maneiras de garantir a segurança na SwissInfoCloud é a criptografia de todos os dados. Todos os dados recebidos ou enviados por nosso campo de servidores é criptografado usando algoritmos de bloqueio de criptografia simétricos (AES e 3DES), com uma chave de 128/256 bits, usando o protocolo SSL ou IPsecVPN, o que faz com que seja impossível de se descriptografar dados interceptados de acordo com o período de tempo. Todo o tráfego passa por uma rede firewall segura e também por Gateways de segurança, que são um complexo de hardware e softwares que monitoram e filtram pacotes de rede passando por eles, de acordo com as regras prescritas.

Se alguma informação sensível chegar a cair em mãos erradas, é possível utilizar o sistema de Botão de Pânico do SwissInfoCloud, que automaticamente bloqueia o acesso à informação.

Proteção de dados pessoais

Todos nós já clicamos num botão escrito “Aceito”, sem nem ter lido o que estava escrito em letras miúdas, quando um serviço que queremos usar nos pede para aceitar seus termos de licença e política de privacidade. E nós já estamos acostumados ao fato de grandes empresas usarem nossos dados pessoais para “melhorar seu serviço de qualidade” ou, por exemplo, para “fornecer resultados de busca e anúncios mais relevantes”.

Isso acontece justamente porque os anúncios, que são uma fonte de lucro para a maioria dos operadores de serviços de TI no mercado. O modelo de negócios é sempre o seguinte:

  • Criar um ótimo produto;
  • Oferece-lo gratuitamente para muitos usuários;
  • Vender anúncios, assim como cotas, para o líder de mercado na bolsa de valores.

SwissInfoCloud não tem lucro proveniente de anúncios e não oferece serviços para milhões de usuários. Nossos serviços são desenvolvidos para empresas.  Confidencialidade e confiança são importantes para as empresas, e elas se interessam em pagar para garantir que essas qualidades sejam mantidas.

Nós aplicamos políticas de qualidade muito rígidas para garantir a proteção completa das informações de nossos clientes. Ao contrário de muitas outras empresas, que usam os dados dos clientes para marketing ou melhorar seus próprios serviços, n´so não usamos ou analisamos as informações de nossos clientes de nenhuma maneira.

Soluções e serviços

  1. Servidores em nuvem na Suíça
    • Software Microsoft
    • Servidores Virtuais Privados
    • Nuvem privada virtual (IaaS)
    • Nuvem privada: solução pronta
    • Servidores dedicados e soluções híbridas
  1. Escritório Seguro e comunicação
  • Números de telefone em todo o mundo
  • Fax Virtual
  • Recuperação de desastres e backup
  1. Comunicação e armazenamento
  • Números de telefone em todo o mundo
  • Fax Virtual
  • Recuperação de desastres e backup
  1. Acesso seguro aos dados
  • Criptografia e certificados SSL
  • Rede privada virtual
  • Senha OneTime RSASecurID
  • Serviços de segurança de rede e firewall

Ofertas especiais

Soluções prontas para uso por preço especial

  • VPS dedicado
  • VPS gerenciado
  • Suporte de TI de software

Entre em contato conosco aqui para uma consulta gratuita via Skype, WhatsApp, telefone ou via e-mail, com duração de 30 minutos.

 

 

O que é Bitpanda?

Bitpanda Global Exchange é uma bolsa européia de ativos digitais para traders em todo o mundo. Foi fundada em Viena, Áustria, em 2014 e possui 1 milhão de usuários e mais de 120 membros da equipe. Possui licença de provedor de serviços de pagamento, segurança de ponta e permite transferir sem interrupção qualquer moeda fiduciária ou criptomoeda e ativo digital suportado no Bitpanda Global Exchange entre a Plataforma Bitpanda e o Bitpanda Global Exchange via transferências internas, instantaneamente e gratuitamente

Atualmente, os usuários podem negociar Bitcoin, Ethereum, ouro e mais de 20 outros ativos digitais.

O Bitpanda aceita euro, franco suíço, libra esterlina e dólar americano, além de uma ampla variedade de provedores de pagamento e pagamento que oferecem flexibilidade extra.

Quais as vantagens do Bitpanda?

  • Compra, venda ou envio de Bitcoin, ouro digitalizado e outros ativos digitais em minutos, 24 horas por dia, 7 dias por semana
  • Empresa totalmente legalizada (licença PSD2) com sede em Viena, Áustria, com segurança de última geração
  • Ampla gama de fornecedores de pagamentos e pagamentos, incluindo cartão de crédito, NETELLER, Skrill, Sofort, GIROPAY, Sepa, Amazon, entre outros.
  • Pode utilizar EUR, CHF, GBP ou USD para pagar ou sacar
  • A taxa mais baixa na Europa para troca em EURO e muito competitiva em relação às trocas de criptomoedas
  • Alta liquidez para pares de negociação em EURO – Os pares de negociação suportados atualmente incluem: BTC / EUR, BTC / USDT, ETH / EUR, XRP / EUR, MIOTA / EUR, ETH / BTC, XRP / BTC, MIOTA / BTC, PAN / BTC, BEST / BTC, BEST / EUR e BEST / USDT.
  • Criada para traders profissionais e institucionais – o Bitpanda é uma plataforma avançada de negociação e troca de ativos digitais que foi desenvolvida para traders profissionais com nível institucional. Oferece bots de negociação personalizados e um amplo conjunto de ativos suportados, para atender a todos os níveis de traders profissionais.
  • Disponibilidade mundial – Está disponível na Europa e em todo o mundo (exceto EUA e China). Além disso, os depósitos em espécie são suportados em 54 desses países, incluindo Brasil, Argentina, Austrália, Canadá, Colômbia, Japão, México, Peru, Cingapura e Hong Kong.
  • Alto desempenho e taxa de transferência – O Bitpanda Global Exchange é capaz de facilitar a alta taxa de transferência e um alto desempenho geral nos horários de pico e de baixo volume.
  • API de ponta – API do Bitpanda Global Exchange oferece soluções como bots de negociação personalizáveis, conecta serviços externos diferentes, como aplicativos de portfólio confiáveis, e obtém acesso em tempo real a todos os dados relevantes do mercado.
  • Segurança de ponta – o Bitpanda segue os rigorosos protocolos de segurança do Exchange para oferecer conformidade e segurança líderes do setor em todos os aspectos.
  • UX de alto nível e totalmente responsivo – O Bitpanda Global Exchange oferece estrutura de negociação e a interface do usuário geral que podem ser facilmente adaptados para todos tipos de dispositivos, para que a negociação não fique mais limitada à localização do trader. O aplicativo da web da bolsa funciona em smartphones, tablets e laptops.

Como abrir uma conta no Bitpanda?

A abertura da conta é gratuita apenas inserindo as informações do novo usuário no site da empresa e clicando para criar a conta É necessário proteger a conta com a autenticação de dois fatores (2FA) que será configurada tanto para a conta Bitpanda como no Bitpanda Global Exchange. Não é necessário  configurá-la duas vezes É importante fazer a verificação da sua conta e logo após a verificação, o usuário já pode começar a utilizar de todos os recursos do Bitpanda Global Exchange

Verificação de leve

A verificação leve é ​​uma verificação rápida e fácil de usar, baseada em documentos, onde o usuário simplesmente precisa inserir seus dados pessoais e digitalizar o documento de identidade (passaporte) com sua webcam. A verificação consiste em um procedimento de identificação de vídeo. Isso é feito por uma empresa parceira. O usuário será conectado ao provedor imediatamente após clicar Continuar.

Depósito de verificação

O depósito de verificação precisa ser concluído por transferência bancária (SEPA), SOFORT ou GIROPAY / EPS, e pode ser feito com um valor entre 25 e 2.500 euros que serão aumentados após a conclusão do depósito de verificação. Essa transferência pode levar até três dias úteis.

Depósito e Retirada de fundos na carteira do Bitpanda Global Exchange

É importante avisar que a conta do provedor de pagamento deve estar em nome do usuário. Depósitos de e em nome de ou de terceiros não são permitidos

Trading no Bitpanda

O valor mínimo de negociação exigido é sempre o equivalente a 10 EUR, independentemente do mercado.

Clique aqui para saber mais sobre essa plataforma desenvolvida especialmente para traders profissionais de qualquer parte do mundo!

Entre em contato conosco aqui para uma consulta gratuita via Skype, WhatsApp, telefone ou via e-mail, com duração de 30 minutos.

FBAR: Relatório OBRIGATÓRIO de Contas Bancárias no Exterior para todas empresas registradas nos EUA

Todos os relatórios do  FBAR devem ser enviados ao Departamento do Tesouro Americano até 15 de abril de 2019. No entanto, se não for apresentado até 15 de abril de 2019, uma prorrogação automática será concedida até 15 de outubro de 2019.

Quem deve declarar o FBAR?

Pessoas Físicas com residência fiscal ou cidadania americana e entidades, incluindo, mas não se limitando a, corporações, parcerias ou sociedades de responsabilidade limitada (LLC) criadas ou organizadas nos Estados Unidos ou sob as leis dos Estados Unidos; e trustes formados sob as leis dos Estados Unidos são obrigadas a apresentar uma FBAR se:  
– A Pessoa Física com residência fiscal ou cidadania americana é signatária autorizada de pelo menos uma conta bancária localizada FORA dos Estados Unidos; e
– O valor agregado de todas as contas bancárias FORA dos EUA ultrapassarem US $10.000 em qualquer momento durante o calendário fiscal a ser declarado.

Contas bancárias ou financeiras FORA dos EUA de empresas registradas nos EUA

[Read more…]

Remessas Internacionais usando banco de Câmbio

Banco de Câmbio

Remessas internacionais podem ser feitas usando um banco  de câmbio. Há um banco brasileiro especializado em oferecer serviços de correspondente bancário para Instituições Financeiras do exterior. Os bancos de Câmbio e estão autorizados pelo Banco Central do Brasil a operar no mercado de câmbio, bem como são especializados no pagamento de Remessas Internacionais provenientes de pessoas físicas e jurídicas estabelecidas no exterior, voltadas a beneficiários no Brasil. Entre as vantagens está o fato de que os pagamentos são efetuados de forma rápida, eficiente e com baixo custo financeiro.

[Read more…]

Conta comerciante para negócios considerados de alto risco

Conta ComercianteUma Conta de Comerciante é um tipo especial de conta, em um banco ou outra instituição financeira, que permite que as empresas aceitem pagamentos efetuados com cartão de crédito ou débito. A conta é baseada em um contrato entre o Banco Adquirente e o Comerciante.

Para fins de comércio eletrônico ou online, existem dois tipos de conta de comerciante:

• CONTA DIRETA: Aqui o comerciante e o banco adquirente têm um contrato direto. Este tipo de conta comercial é geralmente adequada para empresas on-line que contam com volumes de processamento acima de US $ 100.000 ao ano. Com este tipo de conta, o comerciante é responsável por todos os aspectos técnicos e de segurança, como a instalação do gateway, segurança de TI, etc.

• PROCESSADOR DE TERCEIROS (IPSP / TPP): Neste modelo, uma empresa terceirizada (a processadora de pagamentos ou operadora) tem a conta direta do comerciante, e é esta empresa que é responsável por todos os aspectos técnicos e de segurança, como a instalação do gateway, segurança de TI, etc. para o negócio do “submercante.” Geralmente o IPSP ou TPP fornece um serviço global, integrado para os comerciantes – tanto o lado de processamento financeiro e o lado técnico gateway. Esta opção é melhor para comerciantes de pequeno porte e iniciantes, pois é mais fácil obter aprovação e dar início. Normalmente essas contas são destinadas a comerciantes com volumes de processamento inferior a US $ 100.000 ao ano.

[Read more…]

Lei da Anistia: Prazo para repatriação de ativos no exterior

Repatriação de ativos no exteriorSociedade Internacional sempre enfatizou e permanece ressaltando sobre a necessidade de diversificar no exterior. Isso não quer dizer que temos algo contra o Brasil, muito pelo contrário, mas sabemos que hoje em dia aqueles que são mais flexíveis às oportunidades no exterior estão numa posição financeiramente mais vantajosa. Sempre enfatizamos também a necessidade de declarar à Receita todo o patrimônio presente no exterior. É imprescindível para manter-se plenamente em consonancia com a legislação para repatriação de ativos no exterior e declarar ativos que não foram declarados no exterior ou que foram declarados de forma incorreta.

Repatriação de ativos no exterior

Você possui ativos no exterior? A Lei nº 13.254, de 13 de janeiro de 2016 estabeleceu prazo até de 31 de outubro de 2016 para a repatriação de ativos de residentes no Brasil que se encontram no exterior. Embora exista um projeto na Câmara dos Deputados para a prorrogação do prazo até 16 de novembro de 2016, esta prorrogação ainda não é certa. Por isso é extremamente necessário que quem necessite fazer esta repatriação procure se adequar à lei da anistia até o dia 31 de Outubro.

O que a lei pretende? [Read more…]